}

Perguntas Frequentes

O que é uma Autoconcreteira Fiori?

São verdadeiras centrais móveis de concreto concebidas e projetadas para misturar e transportar concreto on-site. Auto propelidas, auto carregáveis, totalmente autônomas e 4 x 4 off-road. Reunindo as funções de diferentes equipamentos em um só. Substituem a central de concreto, os caminhões betoneira e a pá carregadeira, reduzindo ainda os custos com mão de obra.

Possibilitam inúmeras aplicações e são insubstituíveis na construção de obras horizontais, itinerantes, túneis, bases de linhas de transmissão e torres eólicas, eletrodutos, gasodutos, dutos de cabo óptico, fundações, pontes, viadutos, canais de irrigação, canalizações, pavimentos de concreto, edificações, loteamentos e condomínios.

 

O que é e como funciona o auto carregamento dos agregados?

As Autoconcreteiras Fiori possuem uma pá de carregamento dotada de todos os movimentos necessários, sendo comandada pelo operador através de um joystick e um sistema de pesagem próprio. Com caçamba mordente, rasga-saco e passagem dinâmica de material, permite que eventuais excessos de material sejam descartados rapidamente através de uma portinhola hidráulica. A pá carregadeira Fiori também possui um sistema que permite identificar o teor de umidade na areia, dando total precisão ao traço do concreto.

 

Como a água é adicionada na mistura?

As Autoconcreteiras Fiori possuem tanques de água de polietileno de alta resistência. Bombas de alta sucção e fluximetro digital para dosificação de água interligado ao sistema CBV permitem adicionar a quantidade exata de água dentro do balão de mistura com comando da cabine do operador.

 

 

Como o cimento é adicionado na mistura?

Há 3 maneiras de adicionar cimento na Autoconcreteira Fiori: através de cimento em sacos lançados na caçamba dotada de  um rasga saco, com o carregamento direto dos Silos Horizontais Fiori ou com o Sistema Big Bag Fiori, patenteado e exclusivo do modelo DB X35.

 

Como funciona a aplicação de aditivos?

O exclusivo sistema de dosificação de aditivo por fluximetro digital possui um tanque plástico de 30 litros de aditivo. O sistema é gerenciado pelo sistema CBV e dosa precisamente a quantidade especificada no traço contribuindo ainda mais para a obtenção de um concreto com excelente controle tecnológico.

 

Como funciona a mistura dos componentes do concreto?

O balão de mistura das Autoconcreteiras Fiori contém um exclusivo sistema de cone duplo com fundo convexo e conjunto de facas em dupla espiral, aliada a elevada rotação garantem uma mistura muito mais eficiente e obtenção de um concreto com maior resistência.  Elevação e rotação hidráulica permitem o total descarregamento em torno de todo o equipamento com rapidez.

A Autoconcreteira Fiori é um veículo 4x4?

O eixo diferencial de direção oscilante traseiro, juntamente com os pneus e com a transmissão hidrostática automotiva de alta pressão, facilita a direção e o controle do veículo sobre qualquer terreno. Ágeis e compactas, com transmissão e dirigibilidade nas 4 rodas, as Autoconcreteiras Fiori surpreendem pelas suas capacidades fora de estrada.  Tração integral 4×4, pequeno raio de giro e movimentação tipo caranguejo.

O que é CBV (Concrete Batching Vehicle)?

O sistema CBV transforma a sua Autoconcreteira Fiori em uma verdadeira central de concreto sobre rodas. Por permitir o controle do processo de dosagem e mistura, o Concrete Batching Vehicle é o único sistema do mundo, sobre rodas, que lhe garante a produção de concreto certificado em qualquer ambiente e em qualquer situação. O sistema apresenta um amplo menu a cores e uma interface simples e intuitiva que assistem o operador durante a realização de um grande número de receitas, permitindo-lhe produzir traços de concreto com qualidade sempre constante e correspondente às diferentes exigências. Com o sistema CBV torna-se desnecessário o emprego de operadores especializados em concreto.

O Sistema permite:

  • Gerenciamento de arquivo de até 32 componentes;
  • Gerenciamento de arquivo com até 20 receitas de mistura com novo cálculo da quantidade em função das dimensões do traço desejado;
  • Pesagem dinâmica com compensação da inclinação do veículo;
  • Compensação da água nos componentes higroscópicos (umidade presente nos agregados);
  • Controle automático da bomba de água e da bomba dos aditivos;
  • Controle do processo de mistura (tempo de início/fim, número de rotações do balão,…) e da homogeneidade da mistura (estabilização do slump);
  • Identificação automática de umidade dos agregados através da moisture probe (opcional);
  • Controle remoto para o comando wireless do Silo Horizontal Fiori para a alimentação de cimento automática diretamente no tambor (opcional);
  • Porta USB para upgrade do software/fireware, download de bilhetes, upload-download de componentes e receitas;
  • Registro histórico dos traços produzidos para uma nova impressão em um segundo momento ou para download através de porta USB.

Como é a cabine do operador?

Ergonomia, conforto e tecnologia permitem ao operador trabalhar com rapidez e precisão. Com garantia de segurança ROPS/FOPS, ampla visibilidade, espelhos retrovisores, assento reversível em 180º na gama DB, comandos múltiplos no joystick, ar condicionado e um painel completo.

 

Quantos operadores são necessários para produzir concreto?

O treinamento e qualificação são feitos na entrega técnica do equipamento Fiori. Para operar a Autoconcreteira Fiori é necessário somente um operador qualificado Fiori, desta forma, reduzindo drasticamente a mão de obra necessária para a produção do concreto de qualidade.

Como deve ser o transporte a longas distâncias?

A forma mais indicada para o transporte de máquinas pesadas é com um caminhão prancha com assoalho reforçado. Após a chegada do equipamento ao destinatário, ocorre a entrega técnica de 3 dias com um dos nossos profissionais qualificados Fiori, que garante a qualificação para um profissional operador de máquinas.

Quais são os principais cuidados com a manutenção da Autoconcreteira Fiori?

Manter a máquina em recinto coberto, fazer a manutenção preventiva e corretiva quando necessário e garantir a limpeza da máquina pós-uso é essencial para a longevidade do produto. As Autoconcreteiras Fiori apresentam um sistema de lavagem incluso com alta pressão de água para a remoção dos resíduos de concreto dentro e fora do balão de mistura.

Quais as principais diferenças entre as linhas DB e DB X?

A linha DB X é uma opção diferenciada à clássica linha DB. A DB X é solução para quem busca um equipamento compacto, porém robusto, perfeito para obras em túneis. A linha DB X apresenta um balão de mistura fixo e com a cabine reposicionada para melhor visibilidade à frente, o motor é recolocado de forma que diminui as dimensões da máquina e sua pá de carregamento tipo mordente oferece uma eficiência maior aumentando a velocidade da fase de carregamento.