}

Concreto Convencional

É o concreto mais utilizado nas obras e construções. Ele usa a mistura padrão de água, cimento, areia e brita, sem aditivos. É necessário uso de vibrador para que o adensamento seja realizado de forma correta, devido à baixa trabalhabilidade e sua consistência seca. Pode ser utilizado diretamente no solo, para fundações, ou ser lançado em fôrmas, para lajes e pisos.
Vantagens: versátil, baixo custo e pode ser feito conforme a necessidade da obra.

Concreto Bombeável

Sendo uma variação do concreto convencional. Para chegar à fluidez necessária, aumenta-se o fator água, diminuindo a granulometria do agregado. Um aditivo pode ser aplicado para chegar às características necessárias. Por sua fluidez, é possível realizar sua colocação via bombeadoras. A tubulação pode variar de 3 a 5,5 polegadas de diâmetro, indo caminhão-betoneira ao local da aplicação.
Vantagens: uma boa opção para obras mais altas devido ao auxílio da bomba, os aditivos fazem com que o concreto tenha maior resistência e o processo com o concreto bombeável é mais rápido devido o uso da bomba.

Concreto Armado

É o mais utilizado na maioria das construções. Esse material tem em seu interior de barras de aço, devido à deficiência do concreto em relação à tração. O responsável pelos cálculos desse material pode projetar a utilização do concreto de forma a aumentar a sua resistência e acarretando a diminuição do volume, dessa forma, melhorando a relação custo-benefício. O concreto armado é indispensável na execução de componentes chaves para a estrutura de um projeto, como vigas, pilares e lajes.
Vantagens: Alta durabilidade, manutenções raras, fácil emprego e manuseio.

Concreto Pretendido

A técnica de protensão ocorre com a inserção de cabos de aço de alta resistência no concreto e são aplicadas tensões de compressão nas partes da seção tracionadas pelas solicitações dos carregamentos. A maior razão para a protensão do concreto se dá ao fato de existirem situações em que esse material é submetido a grandes esforços de flexão.
Dessa forma, essa técnica se mostra bastante aproveitável também ao seu custo benefício já que, se for feito o correto controle tecnológico, dispensa a manutenção ao longo de sua vida útil. Além disso, é possibilitada a construção de grandes vãos, a utilização do concreto em ambientes agressivos, fabricação de pré-moldados (como as lajes pré-moldadas), reforço de estruturas, entre outros.
Vantagens: maior controle sobre as deformações da estrutura e menor possibilidade de surgimento de patologias nas estruturas.

Concreto Leve

É feito com base em agregado leve, de modo que sua massa específica é de aproximadamente dois terços da densidade de um concreto feito com agregado natural. É importante salientar que nesse tipo de concreto o que se busca prioritariamente é a diminuição da massa específica e não resistência. Sua maior área de aplicação é na indústria de elementos pré-moldados e painéis pré-fabricados. Possui resistência superior ao convencional à compressão como, por exemplo, de 149 Mpa aos 28 dias.
Vantagens: ser altamente leve e de fácil customização.